1 – Provisionamento automático na contratação

Quando um colaborador é contratado e cadastrado em um sistema de RH, o SafeID busca estas informações define qual o perfil do usuário (com base nas regras previamente definidas, ex. cargo e setor empresa) e realiza automaticamente o provisionamento dos recursos que este usuário necessitará para o desempenho das suas atividades, por exemplo, e-mail, login de rede, acesso ao sistema de chamados, login para intranet. Desta forma quando o colaborador chega na empresa para sua integração todos os acessos e recursos já estão disponíveis.

2 – Bloqueio em caso de férias/licença

É comum que algumas empresas deseje bloquear os acessos aos sistemas corporativos quando o colaborador está em férias, neste caso o SafeID automatiza todo o processo com base nas informações cadastradas no sistema de RH, como data de início e finalização das férias/licença, bloqueando e liberando o acesso a todos os sistemas de forma automatizada.

3 – Bloqueio em caso de demissão

Semelhante ao bloqueio em caso de férias/licença o SafeID pode bloquear os acessos dos colaboradores que forem desligados da empresa evitando que os mesmos continuem a ter acesso aos sistemas corporativos e evitando prejuízos a empresa.

4 – Autoserviço do usuário

Outra funcionalidade bem interessante do SafeID é o autosserviço do usuário que lhe permite realizar diversas ações sem a necessidade de intervenção da equipe responsável pelos sistemas reduzindo assim a carga de trabalho e consequentemente o custo dessa equipe.
O autosserviço permite que o colaborador faça a recuperação de sua senha em caso de perda/esquecimento. Para a recuperação ele pode realiza-a de diversas maneiras até através da integração com Facebook e Google+.
Além da recuperação de senha o colaborador pode solicitar acesso a determinados sistemas e funções dentro dos sistemas, o SafeID segue todo fluxo definido em um Workflow enviado essa requisição a um ou mais aprovadores ou até realizar a liberação automática.
Todo estes processos são realizados através de uma página web desenvolvida com tecnologia responsiva, ou seja, acessível de computadores e dispositivos móveis.

5 – SSO – Single sign-on com CAS

Para quem deseja uma melhor experiência de autenticação do usuário há um módulo do SafeID (pode ser usado em separado do SafeID), que permite uma autenticação única para todos os sites/portais da empresa. Um exemplo fácil de ser entendido, pois utiliza o mesmo conceito, é a autenticação dos aplicativos do Google, onde o cliente autentica uma única vez com uma única conta e acessa todos os serviços do Google Apps (Calendário, E-mail, Armazenamento de arquivos e etc).

Para maiores informações sobre o SSO do SafeID clique aqui.